• Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

De engenheira civil à recepcionista

Quando a gente acredita nos nossos sonhos de verdade não há nenhum obstáculo que nos segure! 

 

Eu já tinha morado em Belo Horizonte por muitos anos porém, por circunstâncias da vida, já não morava mais lá e precisava voltar a viver em BH enquanto assumia a responsabilidade de um trabalho voluntário que me prôpus a fazer e tentava abrir um negócio por lá. Eu estava sem verba nenhuma para pagar aluguel e foi assim que conheci o Samba Rooms Hostel, que se tornou minha casa. Os donos de lá, Leo e Dani, abriram as portas desse charmoso casarão amarelo para que eu trocasse trabalho por hospedagem e foram 3 meses de muito aprendizado, troca de ideias, conhecendo pessoas incríveis e correndo atrás dos meus sonhos!

 

Trocar trabalho por hospedagem é uma forma de conhecer muitos lugares pelo mundo e um site que facilita isso é o Worldpackers.

 

Conhecer pessoas e histórias de vida é uma das maneiras para abrir a cabeça desde que você consiga ouvir as histórias sem pré-conceitos. Por ali passaram pessoas que fiz amizade, que ajudei com informações que fizeram a diferença na viagem de cada um, pessoas que estavam começando a morar em BH e encontravam no Samba um lugar temporário até arrumar um cantinho, pessoas que iam fazer concursos, estrangeiros que estavam viajando pelo mundo, casais apaixonados, turma de amigos que estavam indo pra BH festar, enfim, tinha de tudo! Cada novo hóspede que chegava era uma surpresa.

 

Ao mesmo tempo o Samba era meu refúgio nos momentos difíceis - onde eu tinha sossego e cerveja gelada com espetinho de queijo nos happy hours (haha) - em meio à turbulência de tentar abrir um negócio que ninguém nunca tinha ouvido falar até então. 

 

 

 

Muita gente não entendia por qual motivo uma ex-concursada da Caixa e engenheira civil estava ali, trabalhando de recepcionista, ao invés de arrumar logo um "emprego sério e respeitado". O fato é que pra mim não existe isso, eu respeito a pessoa pela história dela e pelo tanto que ela é protagonista da sua vida e não pelo cargo que ela ocupa. De nada adianta você ser um gerente bem sucedido se não estiver feliz com isso. Eu sou uma sonhadora, porém eu sei que se eu não me mexer nenhum sonho vai virar realidade e às vezes a gente precisa traçar caminhos inimagináveis para conquistar nossos objetivos.

 

A empresa que eu queria abrir não vingou mas as experiências de vida que ganhei não existe dinheiro que pague.

 

E que sorte a minha de ter tido um lar e pessoas que também acreditam nos sonhos para me apoiarem nesse tempo.

 

Se você for passar por BH, visite o Samba e dê um abraço no pessoal por mim! 

 

E você, o que você já fez de diferente para conquistar seus sonhos?

 

 

 

 

 

Compartilhar
Share on Twitter
Curti!
Please reload

Please reload

Please reload