top of page

Por que eu quis voltar a morar no Brasil?

Passei dois meses em Hanói, no Vietnam. Por lá as memórias da guerra não se apagaram, pelo contrário, a população recorda muito bem dos tempos difíceis e valoriza muito a paz. Ouso dizer que o país ainda está em reconstrução, haja visto a pobreza, a sujeira nas ruas, a falta de calçadas e o trânsito caótico majoritariamente formado por motos.


Essa foto é em um museu onde estão expostos os helicópteros, caminhões e tanques de guerra. Me chamou a atenção que não existem correntes em volta te impedindo de chegar próximo de cada um desses veículos, você pode tocar, subir na roda e ver por dentro, o que me fez questionar se isso seria certo ou errado já que museus normalmente protegem o que está exposto.


Por que estou contando isso aqui no Linkedin? Porque pra mim, que nasci em uma cidade do interior de Minas Gerais, de 80.000 habitantes, ter vivido tão longe é algo que ainda assusta e que as pessoas não conseguem entender como ou porquê.


Eu preferi priorizar enquanto mais nova ter experiências desafiadoras, já que o pique para dormir em hostel, viajar com apenas uma mochila e aprender a falar inglês e me virar em qualquer lugar são habilidades que me transformaram em uma profissional mais humana, criativa e com facilidade de adaptação.


Eu escolhi arriscar do que criar uma carreira retilínea enquanto mais nova: trabalhei em mercados diferentes, fiz cursos, fui voluntária e viajei bastante. Agora sim, depois de viver tudo isso, quero construir a minha carreira "retilínea" aqui pois não tem nada melhor do que viver em um país sem resquícios de guerra. Apesar dos pesares o Brasil é um país sensacional e cheio de oportunidades que hoje essa menina do interior quer agarrar com vontade.





10 visualizações0 comentário

Comments


  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest
  • TikTok
  • LinkedIn
  • YouTube
  • Twitter
bottom of page