top of page

Perrengues de Viagem



Tudo pode acontecer em uma viagem e a imagem que ilustra esse post é eu pulando uma grade em Paris (detalhe: com o policial me ajudando) pois o caminho que eu iria passar estava fechado. Além disso, já perdi voos e precisei sentar no chão do aeroporto com plaquinha pedindo ajuda, já sofri tentativa de furto em uma festa dentro de uma Igreja que foi desativada e virou balada, já achei que tinha gente me perseguindo e fiz um super plano para despistar que incluiu me disfarçar com um moletom rosa e esconder atrás de prateleiras de uma loja, já perdi mochila com computador e tudo dentro e consegui recuperar, já dormi em aeroporto (e durmo até hoje), enfim… já aconteceu de tudo um pouco e inclusive já fiquei doente!


Ficar doente enquanto está viajando é uma das piores coisas que podem acontecer. E é mais comum do que parece! Quando eu fiz meu mochilão para a Europa, eu tive alguns problemas causados pelo stress que passei em Berlim (já contei aqui o que aconteceu) e acabei tendo que ficar sem atendimento médico porque estava com o seguro do cartão de crédito, a sorte é que eram coisas simples que eu podia – mas não deveria – “deixar passar”.


Já na Tailândia eu tive que ir ao médico e por sorte tinha contratado um seguro normal, o que foi essencial para que eu conseguisse ser atendida – caso contrário eu não teria como ir à clínica já que o valor das consultas e dos exames eram altos.


Pensando nisso, decidi esclarecer algumas coisas para ajudar você a se decidir. Continua lendo porque tem DESCONTO aqui, e quem não gosta de um, né?


Então, vamos lá: quais as diferenças entre os seguros?


A principal diferença é que, o seguro viagem do cartão de crédito escolhe qual plano o cliente pode utilizar e, muitas vezes, a cobertura disponibilizada não é a ideal para a viagem que o segurado está fazendo.


Além disso, por ser um serviço adicional, o seguro dos cartões de crédito trabalha majoritariamente com o serviço de reembolso, ou seja, caso você precise de atendimento no exterior, irá precisar desembolsar o dinheiro que tiver para pagar pelas despesas médicas.


Já com as seguradoras, é possível escolher o plano que melhor encaixa no tipo de viagem que a pessoa for fazer, garantindo a cobertura ideal, além de trabalharem com uma rede conveniada, onde o segurado não precisa pagar nada, caso necessite de atendimento.


O seguro viagem possui toda assistência em caso de necessidade, como médico, hotel, direcionamento da rede hospitalar mais próxima e, em caso de traslado de corpo, a seguradora cuida de todo o processo.

Eu já viajei com seguro de cartão e também com seguro pago. Por sorte, todas as 3 vezes mais graves que precisei de atendimento médico estava com o seguro pago, pois eu não teria como pagar e pedir reembolso depois.


Foi assim que descobri algumas seguradoras online, que emitem o seguro na hora e você ainda pode contratar seu seguro com 5% de desconto utilizando o código ENGMOCH5 clicando aqui.


O melhor é quando a gente não precisa usar mas depois de eu ter passado por uma infecção intestinal, uma conjutivite e uma distorção de joelho aprendi a andar prevenida… rs…


E você, quais perrengues de viagem você já passou?


Boa viagem e espero que você leve numa boa os perrengues simples que passar e para os mais graves conte com seu seguro!

79 visualizações

Komentar


bottom of page