• Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

O Harém de Kadafi

Eu li esse livro no final de 2014, depois de ter estudado em Malta com um colega nascido na Líbia. O livro foi escrito pela jornalista francesa Annick Cojean que foi para lá investigar como era a situação das mulheres do país após a queda do ditador Muamar Kadafi.

 

O que me motivou a leitura foi por que em uma das aulas, em Malta, a professora perguntou como era a situação política em cada país dos estudantes e meu colega líbio disse que não gostaria de falar sobre o assunto. Eu não sabia nada sobre a Líbia e fiquei curiosa com a negativa dele em não querer contar o que tinha acontecido no país.

 

 

 

Uma colega jogou no Google rapidamente e mostrou para a sala as fotos do ditador assassinado. Fiquei bem curiosa sobre o que tinha acontecido lá e ao chegar em casa comecei a pesquisar o que tinha gerado o conflito na Líbia. Como eu só encontrava informações desencontradas e não tinha uma explicação geral do que aconteceu, minhas pesquisas duraram bastante tempo e foi em um desses momentos que estava me aprofundando cada vez mais no assunto que encontrei esse livro.

 

 

 

Li em um dia. Foi um choque muito grande pra mim saber tudo que se passou lá, fiquei horrorizada e acabei chorando durante a leitura. Se você quer entender um pouco mais sobre esse regime ditatorial em um país muçulmano da África, vale a pena a leitura. Se você quiser ampliar um pouco sua visão de mundo, também. E, por último, mas não menos importante, se você tem vontade de entender um pouco mais sobre como o medo pode manter alguém no poder, leia esse livro.

 

Depois vem aqui comentar o que achou.

 

Aproveitando, conhece algum autor/autora da Líbia e que tem livro traduzido para Português?

 

Se conhece, deixa a dica aí nos comentários e entre comigo no Projeto "Ler um livro de cada país"

 

Abraços

Compartilhar
Share on Twitter
Curti!
Please reload

Please reload

Please reload